Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Uma espécie de vida

Não menosprezem as mães!

No Domingo convidaram-me para ir correr e como não tinha nada combinado aceitei o convite.

Avisaram-me logo que não era realmente para correr mas sim caminhar que o grupo ainda estava a recuperar da peregrinação. Quem me convidou foi a minha vizinha e na altura avisou-me logo que era só malta da idade dela mas eu não me importei porque ia esticar as pernas não fazer amigas para a vida.

 

Minha gente! Eu já tinha ouvido falar de mães que gabam os filhos, os defendem com unhas e dentes mas aquilo é todo um outro nível! Ora eram as notas, ora os namoricos, ora a roupa para o baile de finalistas, o que estavam a fazer aquela hora... enfim. Cada uma achava que a sua forma era a melhor e infalível, cada uma a puxar a brasa à sua sardinha! O que vale é que quem as vê nas fotos do facebook pensam que são as maiores amigas!!

Eu tive vontade de dizer que eles são miúdos, que na realidade aquilo não define o futuro deles.. mas optei por ficar caladinha. 

Ainda levava um sopapo ou me abandonavam no meio da caminhada.